sexta-feira, 21 de março de 2014

Normas ABNT para Trabalho de Conclusão de Curso - 2014

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o órgão responsável pela normalização técnica no país sendo ela a fornecedora de uma base necessária ao desenvolvimento tecnológico brasileiro. Fundada no ano de 1940, essa entidade não tem fins lucrativos, e foi reconhecida como único Foro Nacional de Normalização através da Resolução de nº 07 do CONMETRO, de 24/08/1992. Esta é a representante oficial no Brasil das seguintes entidades internacionais: ISO (International Organization for Standardization), IEC (International Eletrotechnical Comission); e das entidades de normalização regional COPANT (Comissão Panamericana de Normas Técnicas) e a AMN (Associação Mercosul de Normalização).
A normalização dessas normas consiste em dar ordem a determinados contextos, com certos objetivos, sendo eles na Economia (para a redução da crescente variedade de produtos e procedimentos); na Comunicação (para proporcionar meios mais eficientes na troca de informação entre o fabricante e o cliente), na segurança (para proteger a vida humana e a saúde), na proteção do Consumidor (para prover a sociedade de meios eficazes para aferir a qualidade dos produtos) e na Eliminação de Barreiras Técnicas e Comerciais (para evitar a existência de regulamentos conflitantes sobre produtos e serviços em diferentes países).

Sendo assim, a exigência das universidades e faculdades gira em torno dessas normas, como forma de preparo das pessoas com o que é considerada lei de uso em arquivos e documentos com certo valor, para que estes sejam valorizados em meio a uma avaliação. Por isso, em alguns cursos de graduação, é possível e integrar no assunto através da disciplina sobre Métodos e Técnicas de Pesquisa, que em uma parte abrange sobre a importância e o modo de utilização dessas normas, seja em trabalhos, pesquisas cientifica ou em trabalhos de conclusão do curso.


Algumas regras da ABNT inicialmente pela capa de um trabalho, no caso acadêmico, seria ter nome do autor; título; subtítulo (se houver); número de volumes (quando houver mais de um); local da instituição onde será apresentado; ano de entrega. No decorrer de um novo capitulo no trabalho, é necessária a clareza quanto aos títulos, fontes e claro, a quem estará lendo o TCC. Nos textos, as principais são: a introdução deve constar a delimitação do assunto tratado, objetivos da pesquisa e demais elementos necessários para situar o tema e o desenvolvimento, sendo parte principal, contêm a exposição ordenada e pormenorizada dos assuntos, divide-se em seções e subseções. Varia em função da abordagem do tema e método.

Após a finalização do texto, referências é obrigatório, pois é por parte dela que temos o conhecimento do conjunto padronizado de informações retiradas do material informacional consultado. Outra situação que as normas aparecem é na formatação, para a forma de apresentação do trabalho. Inicialmente o formato parte do papel em branco, A4 (21,0 cm X 29,7 cm), digitados no anverso da folha. Recomenda-se a fonte tamanho 12 para o texto e tamanho 10 para as citações longas e notas de rodapé. A margem deve ser configurada a esquerda e superior de 3,0 cm e direita e inferior de 2,0 cm. Já a regra do espaçamento é de que todo o texto deve ser digitado com 1,5 de entrelinhas. As citações longas, as notas, as referências e os resumos devem ser digitados em espaço simples. Os títulos das seções devem ser separados do texto que os sucede por uma entrelinha dupla ou dois espaços simples. E as notas de rodapé devem ser digitadas dentro da margem, separadas com espaço simples de entrelinhas e um filete de 3,0 cm a partir da margem esquerda.

Em meio a essas poucas regras, surgem outras intercaladas no decorrer do trabalho. São detalhes de extremo valor que valorizam ainda mais o desempenho do individuo acerca de um documento, querendo ou não, de extrema importância.

Para outras informações sobre as Normas de ABNT, acesse o site oficial Abnt.org e aprofunde-se no que deve ser uma praxe, a quem vive e/ou busca viver no convívio dos estudos acadêmicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário