sexta-feira, 20 de abril de 2012

Como transcrever textos para um TCC sem cometer PLÁGIO?

• Não há problema algum de se “recortar” e “colar” textos que se encontram na internet ou em algum livro, revista, jornal...

• O problema surge quando não se revela a fonte, a autoria do texto ou se faz de maneira diferente do que a NBR 10520 determina!

• Quando se omite a fonte ou não se faz a citação de maneira correta, leva-se o leitor a imaginar que a parte escrita é de sua autoria, quando na verdade não o é; isto então se constitui “apropriar-se da idéia dos outros” e se constitui plágio. Plágio é definido na legislação como crime contra a propriedade intelectual, contra a autoria.

Transcrição Direta
• Na transcrição direta recorta-se e cola-se, do jeito que o texto está, ou seja, conserva-se a originalidade do autor.
• As transcrições ou Citações Diretas podem ser:
– Curtas – se a parte copiada tem até três linhas;
– Longas – se a parte copiada ultrapassa de três linhas.

Citação Direta Curta
(até três linhas)
• O texto recortado/colado com até três linhas é colocado entre aspas e escrito com fonte do mesmo tamanho do texto normal. Exemplo: “Apesar das aparências, a desconstrução do logocentrismo não é uma psicanálise da filosofia [...]”(DERRIDA, 1967, p. 293). 

Citação Direta Longa
(mais de três linhas)
• Quando o texto recortado/colado ocupar mais de três linhas na página onde foi colocado, então é preciso recuar o parágrafo em 4cm e diminuir o tamanho da fonte (corpo 10 ou 11, de acordo com a orientação). 

Citações Indiretas ou Paráfrase
• “Parafrasear é, pois, traduzir As palavras de um texto por outras de sentido equivalente, mantendo, porém, as idéias originais. A paráfrase inclui o desenvolvimento de um texto, o comentário, a explicitação.” (MEDEIROS,2009)

Por que Parafrasear?
• Pignatari (citado por MENDONÇA, 1987; MEDEIROS, 2009) esclarece: “informações de primeiro grau são informações complexas a que poucos tem acesso; para que cheguem a um número maior de pessoas, é preciso diluí-las, trocá-las em miúdo, embora com alguma perda. É uma forma de tradução, é uma forma de degrau para a informação superior”


Extraído do Site do Prof MSc.Ricardo Aureliano. Disponível em: http://www.aureliano.com.br/menu.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário